S. H. Comunicação – Seu evento científico está aqui

Você está aqui:

UEMA

Lançamento do livro “A cidadania digital” ocorre nessa sexta-feira, 4

A obra do professor Massimo Di Felice (ECA/USP) será apresentada ao público maranhense nessa sexta-feira, 4, pelo canal do Youtube do UEMAnet. Na próxima sexta-feira, dia 04, a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMAnet), recebe o Prof. Dr. Massimo Di Felice (ECA/USP) para uma conversa sobre o seu mais novo livro, “A Cidadania Digital: a crise da ideia ocidental de democracia e a participação nas redes digitais”. Mediado pela Profa Dra Ilka Serra, coordenadora do UEMAnet, o encontro será transmitido ao vivo pelo canal do núcleo no YouTube, a partir das 18h.

III Encontro Nacional de Estudos Linguísticos e Literários e I Encontro Internacional de Pesquisas em Letras são realizados no Campus Caxias

Foi realizado entre os dia 25 e 27 de maio no Campus Caxias, o III Encontro Nacional de Estudos Linguísticos e Literários (ENAELL), tendo como tema “Língua, Literatura e Educação”, promovido pelo Curso de Letras. Simultaneamente, também ocorreu o I Encontro Internacional de Pesquisas em Letras (ENIPEL). Ambos foram transmitidos pelo YouTube. A conferência de abertura foi ministrada por Elizabeth Ginway, da Universidade da Flórida (EUA) que falou sobre zumbis na literatura, de modo especial, na brasileira. “Leitura: ontem, hoje e sempre” foi o tema da conferência desenvolvida pela professora Carla Viana Coscarelli, da Universidade Federal de Minas Gerais. Para ela, quando pensamos

Projeto promove Saúde através de intervenção educativa em Santo Amaro do Maranhão

Grande parte da população brasileira ainda sofre com a falta de saneamento básico. De acordo com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) divulgados em 2020, quase 35 milhões de pessoas não têm acesso à agua potável e quase 100 milhões não têm seus esgotos tratados. A ausência de saneamento pode trazer como consequência riscos à saúde das pessoas, como a proliferação de doenças como a esquistossomose, a dengue, a leptospirose, a giardíase, a amebíase e a hepatite A. Pensando nisso e em formas de melhorar a qualidade de vida da população de Santo Amaro do Maranhão, o Grupo

Tecnologia e educação: Programa Ensinar da UEMA segue atuante no cenário de pandemia

O domínio da tecnologia é perseguido pelo homem desde os tempos mais longínquos, pois, muita das vezes, ela é sinônimo de sobrevivência e poder. Nas últimas décadas pudemos vivenciar um verdadeiro boom tecnológico com grandes impactos na vida social, econômica, educacional e cultural dos povos. O ano de 2020 veio como um divisor de águas no que tange o uso da tecnologia em função de uma das maiores pandemias de todos os tempos, a da COVID-19. Observamos uma espécie de reorganização social mundial pautada no uso da tecnologia, principalmente as de comunicação e informação. Instituições de ensino em nível mundial precisaram implementar

Pesquisadora da UEMA, campus de Caxias, desenvolve projeto sobre preparo e administração de medicamentos em hospitais do município

Estudos relacionados à segurança do paciente apontam fragilidades na cultura de segurança organizacional de alguns hospitais do município de Caxias e a ocorrência de incidentes (erros humanos que ocorreram durante a assistência à saúde), causando eventos adversos aos pacientes. Entre os mais comuns, destacam-se os incidentes relacionados a medicamentos. Diante dessa realidade, a professora da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) Campus Caxias, Maria Edileuza Soares Moura, doutora em Medicina Tropical e Saúde Pública, vem desenvolvendo o projeto intitulado “Incidentes relacionados ao preparo e administração de medicamentos em hospitais públicos: uma pesquisa-ação”. O trabalho foi apoiado pelo edital FAPEMA n.º 002/2019

Pesquisadores da Uema realizam estudo para desenvolvimento de protocolos para produção de mudas micropropagadas de espécies frutíferas

A micropropagação é uma ferramenta biotecnológica importante para agricultura, pois a partir de técnicas desenvolvidas em laboratórios, torna-se possível propagar plantas livres de doenças, realizar o rejuvenescimento, produzir de forma massal mudas clonais de materiais genéticos produtivos, auxiliar na domesticação e melhoramento genético de plantas e contribuir para conservação de espécies em risco de extinção. Dentro da Universidade Estadual do Maranhão a micropropagação segue a linha de pesquisa coordenadas por Professores dos Programas de Pós-Graduação em Agroecologia e Agricultura e Ambiente, a partir de diversos projetos de pesquisa aprovados por agência de fomento e também por um grupo composto por

Lançamento do livro “A cidadania digital” ocorre nessa sexta-feira, 4

A obra do professor Massimo Di Felice (ECA/USP) será apresentada ao público maranhense nessa sexta-feira, 4, pelo canal do Youtube do UEMAnet. Na próxima sexta-feira, dia 04, a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMAnet), recebe o Prof. Dr. Massimo Di Felice (ECA/USP) para uma conversa sobre o seu mais novo livro, “A Cidadania Digital: a crise da ideia ocidental de democracia e a participação nas redes digitais”. Mediado pela Profa Dra Ilka Serra, coordenadora do UEMAnet, o encontro será transmitido ao vivo pelo canal do núcleo no YouTube, a partir das 18h.

III Encontro Nacional de Estudos Linguísticos e Literários e I Encontro Internacional de Pesquisas em Letras são realizados no Campus Caxias

Foi realizado entre os dia 25 e 27 de maio no Campus Caxias, o III Encontro Nacional de Estudos Linguísticos e Literários (ENAELL), tendo como tema “Língua, Literatura e Educação”, promovido pelo Curso de Letras. Simultaneamente, também ocorreu o I Encontro Internacional de Pesquisas em Letras (ENIPEL). Ambos foram transmitidos pelo YouTube. A conferência de abertura foi ministrada por Elizabeth Ginway, da Universidade da Flórida (EUA) que falou sobre zumbis na literatura, de modo especial, na brasileira. “Leitura: ontem, hoje e sempre” foi o tema da conferência desenvolvida pela professora Carla Viana Coscarelli, da Universidade Federal de Minas Gerais. Para ela, quando pensamos

Projeto promove Saúde através de intervenção educativa em Santo Amaro do Maranhão

Grande parte da população brasileira ainda sofre com a falta de saneamento básico. De acordo com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) divulgados em 2020, quase 35 milhões de pessoas não têm acesso à agua potável e quase 100 milhões não têm seus esgotos tratados. A ausência de saneamento pode trazer como consequência riscos à saúde das pessoas, como a proliferação de doenças como a esquistossomose, a dengue, a leptospirose, a giardíase, a amebíase e a hepatite A. Pensando nisso e em formas de melhorar a qualidade de vida da população de Santo Amaro do Maranhão, o Grupo

Tecnologia e educação: Programa Ensinar da UEMA segue atuante no cenário de pandemia

O domínio da tecnologia é perseguido pelo homem desde os tempos mais longínquos, pois, muita das vezes, ela é sinônimo de sobrevivência e poder. Nas últimas décadas pudemos vivenciar um verdadeiro boom tecnológico com grandes impactos na vida social, econômica, educacional e cultural dos povos. O ano de 2020 veio como um divisor de águas no que tange o uso da tecnologia em função de uma das maiores pandemias de todos os tempos, a da COVID-19. Observamos uma espécie de reorganização social mundial pautada no uso da tecnologia, principalmente as de comunicação e informação. Instituições de ensino em nível mundial precisaram implementar

Pesquisadora da UEMA, campus de Caxias, desenvolve projeto sobre preparo e administração de medicamentos em hospitais do município

Estudos relacionados à segurança do paciente apontam fragilidades na cultura de segurança organizacional de alguns hospitais do município de Caxias e a ocorrência de incidentes (erros humanos que ocorreram durante a assistência à saúde), causando eventos adversos aos pacientes. Entre os mais comuns, destacam-se os incidentes relacionados a medicamentos. Diante dessa realidade, a professora da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) Campus Caxias, Maria Edileuza Soares Moura, doutora em Medicina Tropical e Saúde Pública, vem desenvolvendo o projeto intitulado “Incidentes relacionados ao preparo e administração de medicamentos em hospitais públicos: uma pesquisa-ação”. O trabalho foi apoiado pelo edital FAPEMA n.º 002/2019

Pesquisadores da Uema realizam estudo para desenvolvimento de protocolos para produção de mudas micropropagadas de espécies frutíferas

A micropropagação é uma ferramenta biotecnológica importante para agricultura, pois a partir de técnicas desenvolvidas em laboratórios, torna-se possível propagar plantas livres de doenças, realizar o rejuvenescimento, produzir de forma massal mudas clonais de materiais genéticos produtivos, auxiliar na domesticação e melhoramento genético de plantas e contribuir para conservação de espécies em risco de extinção. Dentro da Universidade Estadual do Maranhão a micropropagação segue a linha de pesquisa coordenadas por Professores dos Programas de Pós-Graduação em Agroecologia e Agricultura e Ambiente, a partir de diversos projetos de pesquisa aprovados por agência de fomento e também por um grupo composto por