S. H. Comunicação – Seu evento científico está aqui

Você está aqui:

Assistência Estudantil do Câmpus de Imperatriz realizou, dia 28, palestra virtual sobre o processo de luto na pandemia

Por: Hugo Oliveira

Foi realizada ontem, 28, uma palestra virtual sobre o processo de luto na pandemia, promovida pela Assistência Estudantil do Câmpus de Imperatriz. O evento contou com a palestra da psicóloga Hamanda Ferreira, que ensinou como identificar um luto e o que fazer para ajudar alguém enlutado, além de tirar dúvidas dos internautas.

O evento foi idealizado pelas psicólogas da Assistência Estudantil do Câmpus de Imperatriz Lizandra Sodré e Kiria Lins Martins Ribeiro. O objetivo do evento foi fomentar um momento de informação, diálogo e reflexão acerca dos processos de luto que estão sendo vivenciados de forma individual e coletiva nos últimos tempos.

Para Lizandra Sodré, a ideia da palestra é ajudar as pessoas que perderam entes queridos nesse período. “Percebemos que a pandemia da covid-19 fez com que a gente tivesse que lidar com mortes frequentemente, muitas vezes inesperadas, e a agravante, na maioria dos casos, é no momento do rito de passagem de despedida que não é possibilitado nesse contexto, impactando negativamente a saúde mental da população de todo o mundo”, disse.

Hamanda Ferreira comentou o conceito de luto e o seu processo individual da perda. “Luto é um processo de transição, adaptação, reorganização e elaboração diante da perda de algo significativo, concretas ou simbólicas. Assim, todo luto é um processo individual, único, íntimo e particular, pois cada ser humano tem uma forma de lidar com essa perda”, explicou.

Prosseguindo em sua palestra, ela ainda comentou que o luto não é um processo linear de começo meio e fim, e, sim, que tem oscilação de sentimentos, existindo momentos voltados para a perda e outros para o reparo. “Ao contrário do que as pessoas pensam, o luto não começa com um pico de dor quando uma pessoa recebe a notícia de um ente querido faleceu, mas é um processo entre altos e baixos em que existe um momento em que a pessoa está voltada para a perda e para outros a restauração”, finalizou.

Assista ao evento completo no Canal da UFMA no Youtube:

%d bloggers like this: