S. H. Comunicação – Seu evento científico está aqui

Você está aqui:

Reportagem do programa Rádio Ciência, da rádio Universidade FM, destaca treinamento de profissionais para uso do capacete Elmo no combate à pandemia no Maranhão

Por: Maria Eduarda Sousa - UFMA

Otreinamento destinado aos profissionais de saúde no Hospital de Cuidados Intensivos (HCI) em São Luís, referente ao uso do capacete de respiração assistida não invasiva – Elmo, é destaque de uma das edições do programa Rádio Ciência, da Rádio Universidade FM 106,9. A reportagem destacou a importância do capacete Elmo no tratamento de pacientes da covid-19 que apresentam insuficiência respiratória, de leve a moderada. O aparelho foi desenvolvido em uma força tarefa que envolve o Governo do Maranhão, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Universidade Federal do Ceará (UFC), juntamente com outras instituições de ensino do Ceará. O Maranhão já recebeu 50 unidades do equipamento.

O capacete é um mecanismo de respiração artificial não invasiva que pode ser aplicado em pacientes considerados de baixa e média complexidade, podendo reduzir em 60% a possibilidade de intubação, evitando a internação na UTI. “A diferença no tratamento é que o paciente fica lúcido, é muito mais confortável, o paciente sofre muito menos. Agora, claro que ele não resolve os casos graves, aí tem que ser entubado”, ressalta o reitor da UFC e responsável pela produção do aparato, Cândido Albuquerque.

O capacete de respiração assistida é composto por três componentes: uma argola rígida, por onde entram os tubos com provimento de oxigênio; uma base flexível de látex ou silicone, que se ajusta ao pescoço do paciente; e uma coifa de PVC que é o capacete, montado sobre os outros componentes. “O capacete pode ser produzido em escala, fazendo uma estimativa conservadora, considerando que todos os insumos para sua produção estejam disponíveis, é possível produzir 100 unidades por dia, ou mais”, explica o pró-reitor adjunto de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC, Rodrigo Porto.

Confira reportagem completa no site da Rádio Universidade.

%d bloggers like this: